Calendário Fiscal 2021/2022

Tempo de Leitura: 2 minutos

BannerArtigo Despacho2021 2022

O Despacho n.º 351/2021 – XXII, do secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais (SEAAF) António Mendonça Mendes, procedeu a um ajustamento do Calendário Fiscal de 2021/2022.

Assim, determinou-se que:

  • Até 30 de junho de 2022 devem ser aceites faturas em PDF, as quais são consideradas faturas eletrónicas para todos os efeitos previstos na legislação fiscal;

  • Nas declarações periódicas de IVA a entregar no prazo legal previsto no n.º1 do artigo 41.º do CIVA seja observado o seguinte:
    • A entrega do imposto exigível nas declarações periódicas a entregar em novembro de 2021, do regime mensal ou trimestral, ou em dezembro de 2021, do regime mensal, pode ser efetuada até 30 de novembro ou até 30 de dezembro, respetivamente;
    • Quando esteja em causa o regime mensal, as declarações a entregar em janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho de 2022 podem ser submetidas até dia 20 de cada mês;
    • Quando esteja em causa o regime trimestral, as declarações a entregar em fevereiro e maio de 2022 podem igualmente ser submetidas até dia 20 de cada mês;
    • A entrega do imposto exigível que resulte das declarações periódicas a que se refere as alíneas ii) e iii) pode ser efetuada até dia 25 de cada mês, em qualquer dos referidos regimes de IVA.

  • Relativamente a Inventários:
    • A estrutura do ficheiro através do qual deve ser efetuada à Autoridade Tributária e Aduaneira a comunicação dos inventários, aprovada pela Portaria n.º 126/2019, de 02 de maio, entre apenas em vigor para as comunicações de inventários relativas a 2022 a efetuar até 31 de janeiro de 2023;
    • A comunicação de inventários a que se refere o artigo 3°-A do Decreto-Lei n. º198/2012 de 24 de agosto, mantenha a estrutura da entrega em 2020 (relativa a 2019) para as comunicações de inventários relativas a 2021 a efetuar até 31 de janeiro de 2022, para os sujeitos passivos que se encontram obrigados nos termos da atual redação do referido artigo.

  •  A obrigação de entrega da Modelo 10, prevista o ponto ii) da alínea c) do n.º 1 do artigo 119. º do Código do IRS, possa ser cumprida até dia 25 de fevereiro de 2022;

  • Em 2022, fica suspensa, a obrigatoriedade de comunicação de séries e a obrigação de aposição do código único de documento (ATCUD), no disposto no n.º 3 do artigo 7.º e no artigo 35.º do Decreto-Lei n.º 28/2019, de 15 de fevereiro, na sua redação atual, sendo a aposição do ATCUD em todas as faturas e outros documentos fiscalmente relevantes considerada facultativa;

  • A não certificação ou certificação fora de prazo, pelo contabilista certificado, da limitação aos pagamentos por conta de 2020 que tenha sido objeto da aplicação de coimas será despenalizada (em termos a definir).

Referências:

  - Despacho n.º 351/2021 – XXII, de 10/11/2021

  - Comunicado da bastonária - Ajustamentos do calendário fiscal e outras disposições

  - Ofício-Circulado n.º 30243/2021, de 11/11/2021

Contactos LOGIDADOS

  • Rua Amarelhe N.º 12 A/C
  • +351 217 567 210
  • +351 217 567 219
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

.

Top